Quais os tipos de revestimento para piscina?

Desde o tradicional azulejo até os materiais mais modernos, como as pastilhas de vidro, é importante saber como escolher o revestimento para piscina ideal para você. Mas você sabe quais são os modelos disponíveis e mais populares no mercado? Então confira mais informações sobre o assunto e saiba como escolher o revestimento ideal para a sua piscina.

Vale lembrar que, para escolher o melhor revestimento para piscina é preciso considerar o fator estético que você deseja garantir, a forma de execução e o custo desse investimento. Sabendo dessas informações, confira as opções de revestimento que destacamos para você:

4 opções de revestimento para piscina que merecem sua atenção

  1. Azulejo / cerâmica
    O revestimento para piscina feito em azulejo é considerado um dos mais tradicionais. Isso acontece porque ele tem um baixo custo e é altamente personalizável. Assim sendo, você pode optar por peças de vários tamanhos, desenhos, cores, estampas, acabamentos, entre outros.

Também, o revestimento para piscina feito com azulejo costuma ser extremamente duradouro. Porém, é essencial tomar cuidados especiais com a sua limpeza. Apesar de ser de fácil manutenção, esse material está sujeito à criação de limo – principalmente nos rejuntes. Para manter a estrutura limpa, basta utilizar sabão em uma escova apropriada, geralmente de náilon, e esfregar bem. Assim a sujeira será desprendida.

  1. Pastilha de vidro
    Outra opção de revestimento para piscina muito utilizada é o de pastilha de vidro. Esse é um material indicado principalmente para piscinas que tenham curvas e formatos arredondados. Isso porque as pastilhas são pequenas, assim, o acabamento fica esteticamente bonito. Ainda, é uma opção duradoura e versátil.

É importante ressaltar que esse é um formato de revestimento para piscina que pode exigir um maior investimento financeiro. Isso porque é preciso uma mão de obra especializada e uma maior quantidade de rejunte.

Os cuidados com a limpeza com esse tipo de revestimento são muito simples. As pastilhas não exigem produtos especializados para ficarem limpas. Assim, para conservá-las, basta água e sabão. Porém é preciso uma atenção redobrada aos rejuntes para mantê-los sempre limpos.

  1. Vinil
    O revestimento vinílico também surge como uma boa opção para a sua piscina. As piscinas de vinil são feitas em estrutura de alvenaria ou concreto e revestidas com um bolsão de vinil. Costumam exigir um menor custo de investimento, são de rápida instalação e impermeáveis.

Por não necessitar de rejunte, se torna extremamente fácil de ser limpo. Porém, caso haja a necessidade de fazer uma manutenção no tanque ou eventuais furos no material de revestimento, é preciso contar com o auxílio de uma empresa especializada para reparar os danos.

  1. Pedras
    Para aqueles que desejam oferecer uma piscina esteticamente mais atraente, a escolha por revestimentos de pedras decorativas pode ser uma opção viável. Entre as mais utilizadas estão a pedra mineira, que faz com que a piscina assuma uma aparência mais amarelada, e a vulcânica, que tem um aspecto mais liso e deixa a água com tonalidade semelhante à água do mar – mais azulada.

A utilização do revestimento de pedras oferece um efeito estético uniforme e bonito. Porém, é importante lembrar que ele não absorve tanto calor quanto os outros materiais. Ainda, as pedras são um material de grande porosidade. Isso significa que há a possibilidade de acumular mais sujeira. Assim sendo, para limpar o revestimento, é necessária a utilização de detergente neutro e água. A limpeza deve ser feita com o auxílio de uma vassoura de pelo duro ou lavadora de alta pressão.

Fonte: tudosobrepiscina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.