Conheça 5 brincadeiras para fazer na piscina

 

1. Caça ao tesouro

Essa brincadeira é clássica: jogue alguns objetos dentro da piscina, sem que as crianças vejam. O ideal é que não sejam muito grandes e chamativos, para tornar a caçada mais desafiadora!

Agite bastante a água e depois peça que pulem na piscina e encontrem os objetos. Quem encontrar mais, vence o jogo! Pode ser só um objeto também e quem achar primeiro é o vencedor.

2. Choca ovo

Para essa brincadeira, encha alguns balões e coloque em um dos cantos da piscina. Os participantes devem ficar na outra extremidade. Ao sinal, eles devem correr ou nadar até o outro lado e pegar as bexigas.

Vence quem conseguir deixar o maior número de balões embaixo de si por mais tempo. Nessa hora, é permitido tentar pegar as bexigas de outros jogadores, só não vale prendê-los no biquíni ou na sunga!

3. Rio das piranhas

A criançada vai se aventurar! Para isso, devem colocar uma bola no meio da piscina e fazer um círculo em volta dela, com as mãos dadas. Em seguida, elas começam a agitar a água.

As crianças não podem deixar a bola encostar nelas. Se encostar em alguém, significa que essa pessoa deve sair da brincadeira, até sobrar um vencedor. Neste caso, quanto mais crianças houver, mais divertido será!

4. Corrida de boias

Essa brincadeira é interessante, pois pode ser feita com dois participantes ou mais, sem restrição. Basta que cada um tenha uma boia.

As crianças deverão sentar em suas boias em uma das extremidades da piscina e, ao sinal, devem tentar chegar no outro lado apenas remando com as mãos. Quem chegar primeiro, ganha.

5. Marco Polo

Outra brincadeira tradicional, Marco Polo é uma espécie de cabra-cega. A vantagem é que pode ser feita em casa, no clube ou qualquer outra piscina coletiva, pois não exige nenhum acessório.

Um dos participantes fecha os olhos e grita “Marco”. Os demais devem responder “Polo” e a pessoa que está de olhos fechados tenta pegar as demais seguindo apenas o som da voz. 

O primeiro que for pego, troca de função e vira o pegador. As crianças podem mergulhar para escapar de serem pegas. Podem também sair da água, mas se o pegador ouvir os passos, poderá gritar “peixe fora d’água” e aquela criança terá que trocar de lugar com ele. 

Todas essas brincadeiras para fazer na piscina são divertidas se executadas com cuidado. É importante ​conversar com as crianças antes de começarem a brincar para estabelecer algumas regras e alertá-las para as questões de segurança. Reforce que não é permitido correr em volta da piscina e fique de olho para que a agitação não se torne perigosa.

 

 

Fonte: poolrescue

Leave a Reply